Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Conta de luz voltará a ficar sem taxa extra em junho, diz Aneel - Transamérica Divino

Fale conosco via Whatsapp: +55 32 99919-0816

No comando: Programação Rede

Das 00:00 às 23:59

No comando: Club da Insônia

Das 02:00 às 04:00

No comando: SuperTransa

Das 04:00 às 05:00

No comando: Memória Transamérica

Das 05:00 às 06:00

No comando: Rodeio Transamérica

Das 05:00 às 07:00

No comando: Rodeio Transamérica

Das 07:00 às 09:00

No comando: TiTiTi

Das 08:00 às 10:00

No comando: Conectados

Das 10:00 às 12:00

No comando: Toca Tudo

Das 10:00 às 12:00

No comando: Conectados

Das 11:00 às 12:00

No comando: Top Hits

Das 12:00 às 13:00

No comando: SuperTransa

Das 14:00 às 15:00

No comando: Conectados

Das 15:00 às 16:00

No comando: Alô Hits

Das 16:00 às 18:00

No comando: Rodeio Transamérica

Das 18:00 às 19:00

No comando: SuperTransa

Das 19:00 às 20:00

No comando: SuperTransa

Das 21:00 às 22:00

No comando: Festa Transamérica

Das 22:00 às 23:59

No comando: Love Hits

Das 22:00 às 23:59

Conta de luz voltará a ficar sem taxa extra em junho, diz Aneel

A conta de luz dos brasileiros não terá cobrança de taxa extra em junho. A informação foi divulgada hoje pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Em maio, houve cobrança de taxa extra após cinco meses seguidos sem o valor adicional. A bandeira tarifária no mês que vem será a verde, que não implica em cobrança adicional sobre o total de quilowatts-hora consumidos.

O sistema tarifário aumenta a conta de luz em momentos de escassez de energia, quando podem ser acionadas bandeiras amarela, vermelha 1 (rosa) ou vermelha 2. Em seu comunicado, a Aneel informou que o volume de chuvas deve superar as expectativas: “Embora junho seja um mês típico da estação seca (…), a previsão hidrológica para o mês superou as expectativas, indicando tendência de vazões acima da média histórica para o período, o que possibilita manutenção dos níveis dos principais reservatórios próximos à referência atual.”

Pouca chuva, conta mais cara

Quando há pouca chuva, o nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas cai, o que diminui a produção de energia. Para compensar essa queda, o governo manda acionar usinas termelétricas, que são mais caras. Isso acontece no país desde 2013. Da mesma forma, quando há mais chuvas o governo desliga as termelétricas, e o custo da geração de energia cai.
Para não ter de arcar com esses custos sozinho, o governo criou o sistema de bandeiras tarifárias, uma cobrança extra na conta de luz para bancar o funcionamento das termelétricas. O sistema começou a valer em janeiro de 2015.
Apesar do modelo de bandeiras tarifárias, a Aneel pede que os consumidores façam o uso eficiente de energia elétrica e combatam os desperdícios em qualquer época do ano.

Fonte: economia.uol.com.br

Deixe seu comentário: